sábado, 10 de novembro de 2012

O romântico pintor surrealista Cláudio Souza Pinto



O romântico pintor surrealista Cláudio Souza Pinto, nasceu em São Paulo, Brasil, em 1954. Cláudio aos quatro começou a trabalhar em argila, sob a orientação de seu tio, o pintor Bernardo Cid de Souza Pinto. Ele vendia a suas obras para estudar para conseguir um diploma em desenho industrial na Universidade Mackenzie, em São Paulo. 
Em 1990, Alan Aouizerate, o coleccionador de arte francês, apaixonou-se pelo trabalho de Souza e convidou-o para expor na Le Bains na Ópera de Paris. 
Cláudio teve desde então sucesso e começou a exibir internacionalmente por muitos anos. 
Ele viveu em França e agora no Brasil. Para o artista, a vida é um grande jogo.
Todos nós temos máscaras de comportamento, e que surgem dependendo da ocasião ... no teatro da vida!
Pintor, poeta e humorista, a definição dada aos Cláudio Estilo Souza Pinto pela artístico e intelectual comunidades de Paris, precisa traduzir isso do brasileiro belas pinturas de arte, que se transformam em situações quotidianas surreais, imagens românticas e divertidas. Seu trabalho tem sido de encantar brasileiros e europeus há anos e é agora, no limiar de ser descoberto pelos Público americano também. O prazer de Cláudio é pintar pessoas como arquiteto Yves Bayard, que projetou o Museu Nacional de Arte Contemporânea de Nice em Bayard diz, "pinturas de Claudio me impressionar por sua liberdade.
Ele é um grande mestre em serviço de felicidade. "E Jacques Bral, o director do filme premiado no Festival de Cinema de Cannes Festival, comenta, "pinturas de Cláudio tem um fantástico realismo e uma discussão visual sobre melancolia e amar. Tristeza ou alegria está sempre presente em sua pinturas, mesmo que em espírito. "































Nenhum comentário:

Postar um comentário